Conteúdo / Como a ‘Psicologia das Cores’ pode impulsionar o seu negócio
7 de fevereiro de 2018
Como a ‘Psicologia das Cores’ pode impulsionar o seu negócio

As cores exercem uma enorme influência em nossas atitudes e emoções. A psicologia das cores, ciência que estuda como as mesmas afetam o comportamento humano, pode ajudar sua marca a ter uma melhor receptividade no mercado.

O impacto psicológico das cores nas decisões das pessoas tem sido muito bem aproveitado por designers e empreendedores ao longo dos anos. O caso mais emblemático quando se fala no assunto é o das redes de fast-food.

O vermelho e amarelo em marcas como McDonald’s e Burguer King não é por acaso. Os sentimentos e o humor que essa combinação de cores emite são perfeitos para seu público-alvo.

E é a psicologia que explica a afirmação acima: vermelho desencadeia estimulação, apetite, fome e atrai a atenção. Já o amarelo desencadeia os sentimentos de felicidade e simpatia. Quando você combina ambos passa a sensação de velocidade e rapidez. Ou seja, as marcas estão te dizendo inconscientemente para entrar, comer e ir embora. Daí o “fast-food“.

A influência das cores no comportamento humano

A psicologia das cores em relação à persuasão é um dos aspectos mais interessantes do marketing. Através dela sua marca pode influenciar todo o processo de compra.

Veja nos exemplos como cada cor influencia os humanos de maneira diferente:

Vermelho – Cria uma sensação de urgência – o que é bom em liquidações. Incentiva o apetite, portanto, como já vimos, é frequentemente usado por redes de fast-food. Fisicamente estimula o corpo, aumentando a pressão sanguínea e a frequência cardíaca.

Azul – A cor preferida dos homens. Está associado à paz, à água, à tranquilidade e à confiabilidade. O azul proporciona uma sensação de segurança, bloqueia o apetite e estimula a produtividade. A cor mais comum usada por marcas conservadoras que procuram promover a confiança em seus produtos.

Verde – Associado à saúde, à tranquilidade, ao poder e à natureza. Usado em lojas para relaxar clientes e para promover questões ambientais. O verde estimula a harmonia em seu cérebro e encoraja um equilíbrio que leva à determinação.

Roxo – Comumente associado à realeza, sabedoria e respeito. Estimula a resolução de problemas, bem como a criatividade. Frequentemente usado para promover produtos de beleza e antienvelhecimento.

Laranja e amarelo – Cores alegres que promovem o otimismo. Porém, amarelo pode fazer bebês chorar, enquanto o laranja pode desencadear uma sensação de cautela. Ambas as cores são usadas para criar uma sensação de ansiedade que pode atrair os compradores mais impulsivos.

Preto – Associado à autoridade, ao poder, à estabilidade e à força. Muitas vezes, um símbolo de inteligência. Pode tornar-se irresistível se usado com frequência.

Cinza – Simboliza sentimentos de praticidade, velhice e solidariedade. Mas cuidado para não perder a mão: o excesso de cinza pode trazer sentimentos depressivos.

Branco – Associado a sentimentos de pureza, limpeza e segurança. Pode ser usado para projetar uma ausência de cor ou neutralidade. O espaço em branco ajuda a estimular a criatividade, pois pode ser percebido como algo minimalista.

A psicologia das cores no branding

Em um estudo intitulado “Impact of color on marketing“, os pesquisadores descobriram que até 90% das decisões rápidas de compras podem estar baseadas apenas em cores, dependendo do produto. Em relação ao papel que a cor desempenha na marca, os resultados mostram que a relação entre marcas e cores depende da adequação percebida da cor que está sendo usada para a marca particular (a cor “se encaixa” o que está sendo vendido?).

Um estudo outro estudo intitulado “Exciting red and competent blue” também confirma que a intenção de compra é muito afetada pelas cores devido ao efeito sobre como uma marca é percebida; as cores influenciam como os clientes veem a “personalidade” da marca em questão.

O preto e laranja da Harley Davidson, por exemplo, passa a sensação de que as motocicletas são resistentes e legais. Já o verde do Starbucks (imagem abaixo), diferente do vermelho e amarelo do McDonald’s, é convidativo para que os clientes passem mais tempo nos cafés. Encontre a cor certa para transmitir a mensagem da sua marca e perceberá como ela pode impulsionar o seu negócio.

Encontrando as cores ideais para a sua marca

A melhor maneira de encontrar as cores ideais para a sua marca é procurando profissionais capacitados que cuidem de todo o planejamento e execução da identidade visual: da pesquisa à mão na massa.

Não coloque a identidade visual da sua marca nas mãos de qualquer um! Se precisar de ajuda com isso, conte sempre com o Estúdio La.Bomba!

***

Maurício Ribeiro

Sócio e diretor de arte no La.Bomba, movido a arte e praticante de jiu-jitsu.

Siga a Company Page do Estúdio La.Bomba clicando aqui

Compartilhar