Conteúdo / Embalagens de brinquedos: 6 dicas de design para você vender mais
28 de fevereiro de 2018
Embalagens de brinquedos: 6 dicas de design para você vender mais

Segundo a ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), na última década a Indústria Nacional de Brinquedos cresceu em ritmo constante.

Em 2016, por exemplo, o faturamento total da indústria (preço de varejo) foi da ordem de R$ 6 milhões sendo que a produção nacional foi de R$ 3,4 bilhões. Em 2017, embora ainda não se tenha um relatório com o faturamento, estima-se que, na contramão da crise, o setor tenha crescido mais 9,5%.

Apesar dos ótimos números, as empresas do setor passam por um grande desafio: aumentar suas vendas sem infringir a resolução que trata sobre a publicidade voltada para crianças e adolescentes.

É aí que entra em cena, mais uma vez, a importância do design e das ilustrações (muito utilizadas no setor) – neste caso, o das embalagens.

Crianças de todas as idades amam brinquedos. No entanto, elas amam ainda mais aqueles com uma embalagem chamativa. E, o mais importante: o mesmo acontece com os seus pais ou responsáveis, aqueles que, de fato, pagam pelos brinquedos.

Dito isso, faz-se cada vez mais necessário dentro de um setor tão competitivo que os brinquedos produzidos por sua empresa se destaquem nas prateleiras.

No artigo de hoje, nós do Estúdio La.Bomba te mostramos como explorar o design das embalagens dos brinquedos para vender ainda mais.


1- Pense fora da caixa

Esse é um dos ditados mais batidos – e verdadeiros – do empreendedorismo. Porém, aqui vamos interpretá-lo em seu sentido literal.

Você precisa colocar beleza na embalagem. Projetos em 3D são um ótimo exemplo para transformar uma embalagem comum em algo especial. Veja o exemplo abaixo.

Trabalhamos no projeto desde a concepção do brinquedo, onde o mesmo foi modelado seguindo a ilustração. O logotipo foi criado especificamente para a linha de brinquedos “Tiranossauro Attack” onde nos inspiramos no Jurassic Park, a pedido da Adjomar Brinquedos.

A escolha do amarelo na caixa permitiu uma maior iluminação em seu interior, evidenciando ainda mais o brinquedo.

Além disso, o formato da embalagem, que é aberta, permite que as crianças toquem diretamente no dinossauro, tendo contato com o produto.

2 – Não coloque todas as informações na parte da frente

Existem várias embalagens de brinquedos por aí em que todas as informações estão impressas na parte da frente.

Isso não é legal, pois impede que você utilize o espaço da embalagem para chamar a atenção do consumidor com algum elemento gráfico.

Um projeto bem-sucedido de embalagem é aquele que desperta a curiosidade de quem o vê. Uma vez que a embalagem chama sua atenção, o consumidor o retirará da prateleira e poderá conferir as informações complementares em seu verso.

3 – Considere seu cliente final

Isso é básico em qualquer projeto, porém, aqui temos algumas diferenças para outras áreas: os clientes finais são crianças. Então, pense como uma.

Para começo de conversa: a embalagem deve ser fácil de abrir e de fechar. E, não só isso, deve ser fácil de armazenar.

Se você não tem crianças em casa, mostre seu projeto para os filhos de familiares e amigos.

Lembre-se que crianças são incrivelmente sinceras: se a embalagem estiver ruim, elas irão te dizer isso.

4 – Construa uma narrativa

Além de brinquedos, crianças adoram desenhos.

Aproveite o espaço da embalagem para mostrar o brinquedo “em ação”. Essa é uma ótima maneira de chamar a atenção e instigar a imaginação.

5 – Crie um universo para cada produto

Dentro de sua narrativa utilize fontes chamativas e aposte em sombras e traçados que fujam do normal. Quanto mais chamativo o texto for, melhor!

A ideia aqui é criar todo um universo para o produto – e não focar apenas na embalagem em si daquele brinquedo específico. Fazendo isso, você abrirá a possibilidade de dar uma continuidade para o projeto, transformando aquele brinquedo numa linha de produtos futuramente.Além disso, não se esqueça de fazer o uso de cores ousadas nas embalagens, isso certamente irá chamar a atenção das crianças – ou de seus responsáveis.

6 – Participe de feiras e eventos da área

Ok, essa não é bem uma dica de design.

Porém, uma ótima maneira de saber o que há mais moderno no setor e entender as tendências é participar de feiras e eventos. As mais famosas por aqui são a Abrin e a Expo TOYS.

Como fazemos todos os anos, nós do Estúdio La.Bomba estaremos presentes entre 05 e 08 de março de 2018 na Abrin para acompanharmos nossos clientes e vermos as novidades do setor.

Se estiver por lá, falaí nos comentários que será um prazer te encontrar e conversar sobre design!

André Cano

Sócio fundador do Estúdio La.Bomba, faixa-preta de jiu-jitsu, é viciado em Rock ‘n’ Roll e acredita que são os desafios que forjam a evolução e o progresso.

Siga a Company Page do Estúdio La.Bomba clicando aqui

Compartilhar